top of page

Música

Seria interessante ter um texto aqui falando sobre a curadoria e as escolhidas para tocar esse ano.

Dj Natte Malunga

23/11 - às 17h

26/11 - às 14h e 18h

Música

Imagine uma viagem musical que transcende fronteiras, uma experiência que conecta o passado ao presente, com um toque de ancestralidade? Natte Malunga, chega com seus sons e timbres marcantes, de maneira livre seu estilo é uma jornada que mistura sons Afro Latinos Brasileiros, com grooves marcantes. Além de DJ, Natte é líder da renomada Academia Internacional de Música Eletrônica (AIMEC), onde o som e a criatividade se encontram.

  • Instagram
NATTE MALUNGA- Foto 3a.png

DJ Lirous

24/11 - às 17h

Música
Um dos grandes nomes no cenário em Santa Catarina, a DJ Lirous K’yo é graduanda em Design Musical, estudou no Conservatório de Música Pelotense 2000 e é DJ profissional desde 2016, formada pela Academia Internacional de Música Eletrônica (AIMEC). Com formação em música eletrônica, a artista toca diversos estilos musicais. Ganhadora do prêmio 'The Best Of 2016', na categoria DJ Revelação, em um ano de discotecagem já havia tocado em mais de cem festas pelo Brasil. Acostumada a tocar para um público maior de 50 mil pessoas, a DJ Lirous já abriu shows de artistas como Gloria Groove, Valesca Popozuda, Lexa e Grag Queen.

  • Instagram
LIROUS_ usar esta.jpeg

Caminhos Sonoros

24/11 - às 22h

Violino e Violão Através do Tempo

O concerto "Caminhos Sonoros" é um projeto do duo formado por Iva Giracca e Arthur Boscato que se propõe a realizar uma jornada através da história e da geografia musical de dois instrumentos emblemáticos: o violino e o violão. Iva e Arthur conduzem os ouvintes por um caminho que transcende fronteiras e épocas. Na viagem, as vibrantes melodias ciganas, com sua atmosfera cheia de energia e tradição; a música clássica e algumas obras fundamentais para moldar o repertório do violino e do violão; e a música das Américas, onde os ritmos envolventes do tango, a vivacidade da milonga e a riqueza da música brasileira se unem em um caldeirão de gêneros. "Caminhos Sonoros", para além de uma performance musical, é um momento que nos lembra da incrível capacidade da música de unir as pessoas através de eras e divisas, criando entre elas um vínculo universal e intemporal.

  • Instagram
  • Instagram
Iva e Arthur.jpg

Dj Aisha

25/11 - às 17h

Música
Paraense de Belém, a DJ Aisha - Alessandra Vieira - tem suas origens em uma comunidade quilombola da ilha do Marajó, onde em 2011 fundou uma associação remanescente quilombola. Sempre foi ligada ao movimento negro, se autodeclarando uma mulher empoderada. Sua ligação com a música vem de berço: seu tio avô To Teixeira foi um dos maiores violonistas do Pará. “Ele é uma das minhas referências musicais. Um homem negro que venceu obstáculos em uma sociedade racista. Veio dele meu gosto por tocar músicas para mostrar às pessoas a diversidade da música preta, como o blues e o jazz, e através de outros ritmos comecei ritmar vários gêneros da black music. Hoje, meu repertório tem um pouco de cada tendência da música preta, como afro house, tribal house, afro macumba, afro coffee, black music anos 70, black music brasileira e afro beat”, explica.

  • Instagram
AISHA_usr esta.jpeg

Elen Cristina

25/11 - às 22h

Show Corpo Território

No sábado (25), o Festival Lanterna Mágica traz o show Corpo Território, com narrativas do corpo que sente os territórios, principalmente o corpo negro. O CORPO É TERRITÓRIO e precisa ser olhado com cuidado e atenção. O grupo, composto por Elen Cristina, Natte Malunga e Laura Gelpi, traz interpretações singulares de músicas brasileiras que perpassam diversas temáticas, tais como ancestralidade, afeto, solidão, amor e espiritualidade.

  • Instagram
Elen Cristina - Show Corpo Território (1).jpg

Dj Góia

26/11 - às 15h

Música

A pesquisa musical da DJ Góia é voltada à mistura de ritmos, culturas, breguices e amor chamegado. Uma alquimia do velho com o novo, do samba com o coco, do maracatu com o brega, do soul com o funk, tudo marcado pelas batidas da música eletrônica de baixo bpm ao grave. Uma mistura sonora tropical, extremamente dançante, trazendo os ritmos da cultura popular brasileira com a psicodelia do mundo. Vinda do Pantanal (Campo Grande - Mato Grosso do Sul), Góia tem formação em DJ pelo Senac Rio, iniciando a carreira em 2016. É fundadora do Bloco Calcinha Molhada (Campo Grande), projeto em que também atuou como DJ e produtora cultural.

  • Instagram
GOYAjpg.jpg

Filhas e Filhes de Eva no Jardim das Delícias

26/11 - às 17h

Música
Filhas e Filhes de Eva no Jardim das Delícias é uma fanfarra de sopros e percussões formada por mais de 40 mulheres e pessoas não binárias. No repertório, trazem compositoras mulheres e homenageiam figuras da música brasileira, como Gal Costa e Rita Lee. Além disso, tocam marchinhas tradicionais, samba reggae 's, axés, funks e ritmos latino americano. Com seus gritos e batuques, sopros e movimentos corporais, convida toda a gente para a festa!

  • Instagram
Filhas e Filhes de Eva (1).jpg
bottom of page